Show inédito vai reunir Paulinho da Viola, Velha Guarda da Portela e Criolo em São Paulo - G.R.E.S. Portela

Notícias

Show inédito vai reunir Paulinho da Viola, Velha Guarda da Portela e Criolo em São Paulo

31/07/2018

 

Espetáculo 'A Noite Veste Azul' celebra os 95 anos da agremiação, homenageando baluartes como Monarco e Candeia dia 17 de agosto, no Espaço das Américas
 
 
O samba será exaltado em grande estilo no dia 17 de agosto (sexta-feira), no Espaço das Américas, com a primeira edição do evento "A Noite Veste Azul" em São Paulo. Com direção de Elifas Andreato, o show inédito "Paulinho da Viola e a Velha Guarda da Portela recebem Criolo" vai celebrar os 95 anos (completados em abril) da maior campeã do carnaval carioca, os 85 anos de mestre Monarco e o aniversário do saudoso compositor Candeia (ambos no dia 17). A produção está a cargo da Canto de Sala, de Cecília Rabello, filha de Paulinho da Viola.
 
O tom de homenagem à Velha Guarda não está só no repertório, que mescla canções clássicas de Paulinho da Viola e sambas dos baluartes, mas também na cenografia, que traz fotos históricas do acervo do diretor Elifas Andreato. As imagens retratam a primeira apresentação do grupo, em 1969. "Estar mais uma vez ao lado da Velha Guarda da Portela, um grupo que representa aquilo que há de mais verdadeiro e importante na história da nossa escola, que é a sua história passada, os seus sambas, a sua forma de tocar e cantar, para mim significa a oportunidade de revelar esse universo para um público maior. Me sinto muito feliz sempre que estou ao lado da Velha Guarda. E tendo como convidado uma figura como o Criolo, que eu tive o prazer conhecer, torna esse evento mais importante e especial", declara Paulinho.
 
"A Noite Veste Azul" reserva espaço para um novo encontro, pois, pela primeira vez, Paulinho e Criolo vão dividir o mesmo palco. Ídolo da nova geração, o rapper transita com fluidez entre o rap, MPB e samba. Em participação especial, o paulistano, que cantou na Portela na Feijoada de julho, também cantará sambas históricos da escola, além de suas composições. "É algo inacreditável, um sonho que nunca foi sonhado, porque para sonhar um sonho desses seria uma ousadia e tanto. Me sinto num lugar de gratidão apenas. Muito obrigado, Paulinho da Viola! Muito obrigado, Velha Guarda da Portela, por essa honra maravilhosa", exalta Criolo, que recentemente lançou o álbum de samba "Espiral de Ilusão", cuja capa é assinada por Andreato.
 
A concepção de todo o espetáculo se baseia na harmonia do clássico e do contemporâneo. O resgate do modelo teatral de apresentação traz uma iluminação envolvente, interação e projeções planejadas. "O show foi montado como o Paulinho gosta, teatral, com clima intimista. Nós sempre trabalhamos assim. E o Criolo é uma pessoa que parece demais com o Paulinho, no caráter, no talento, na maneira de proceder. É um ser humano que respeita tradições. Então é uma participação luxuosa, alinhada a toda essa ambiência", revela o diretor.
 
Liderada por Monarco, a Velha Guarda se formou oficialmente em 1970, quando se reuniu na casa de Tia Vicentina, irmã de Natal da Portela, para gravar o LP "Passado de Glória", produzido por Paulinho. Pouco depois, em 1972, o sambista oficializou a Velha Guarda como grupo musical em show realizado na Fundação Getúlio Vargas, em SP, para comemorar o cinquentenário da Semana de Arte Moderna de 1922. "A minha expectativa é que será uma festa muito bonita, que vai ficar na memória do público de São Paulo. Criolo é um jovem que reverência o samba e a Velha Guarda... Paulinho é nosso padrinho! Estou muito feliz e com meu coração preparado para essa grande emoção", comemora o aniversariante Monarco, que também é presidente de honra da escola.
 
Arte e música também costuram as trajetórias do diretor de "A Noite Veste Azul" e de Paulinho da Viola. Andreato, que produziu todas as grandes capas da discografia de Paulinho, não esconde sua paixão pela Velha Guarda. "Não há como ficar indiferente diante destes senhores e senhoras, que extraem da dura realidade em que vivem a poesia de ‘Peregrino’, que nos ensina que quem nasceu para sempre será eterno e que todo samba é um canto de amor", conclui.
 
Para efetuar a compra de ingressos, basta ir pessoalmente às bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado, das 10h às 19h - sem taxa de conveniência) ou acessar o site da Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV). Os preços vão de Setor Platinum: R$ 240 (meia) e R$ 480 (inteira) | Setor Azul Premium: R$ 190 (meia) e R$ 380 (inteira) | Setor Azul: R$ R$ 160 (meia) e R$ 320 (inteira) | Setor A, B, C e D: R$ 140 (meia) e R$ 280 | Setor E, F, G e H: R$ 60 (meia) e R$ 1200 (inteira).
 
 
Serviço:
Paulinho da Viola e a Velha Guarda da Portela recebem Criolo
Data: 17 de agosto de 2018 (sexta-feira)
Local e endereço: Espaço das Américas (Rua Tagipuru 795, Barra Funda, São Paulo)
Abertura da casa: 20h30
Início do show: 22h30
Censura: 12 anos                  
Acesso para deficientes: sim
Ingressos: Pista Premium: Setor Platinum: R$ 240 (meia) e R$ 480 (inteira) | Setor Azul Premium: R$ 190 (meia) e R$ 380 (inteira) | Setor Azul: R$ 160 (meia) e R$ 320 (inteira) | Setor A, B, C e D: R$ 140 (meia) e R$ 280 | Setor E, F, G e H: R$ 60 (meia) e R$ 120 (inteira).
Compras de ingressos: Nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h - sem taxa de conveniência ) ou Online pelo site Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV)
Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de credito e debito, Visa, Visa Electron, MasterCard, Diners Club, Rede Shop. Cheques não são aceitos
 
Call center Ticket360: (11) 2027-0777


 
Foto: Divulgação
Legenda: Tia Surica, Paulinho da Viola e Monarco são algumas das estrelas do show inédito
 
 

 

Parceiros