Cônsul-geral adjunto do Japão no Rio visita quadra da Portela - G.R.E.S. Portela

Notícias

Cônsul-geral adjunto do Japão no Rio visita quadra da Portela

30/11/2017

Comitiva também contou a presença do multi-instrumentista Otomo Yoshihide
 

A quadra da Portela recebeu dois visitantes ilustres na noite desta quarta-feira (29): o cônsul-geral adjunto do Japão no Rio, Ken Kondo, e o multi-instrumentista Otomo Yoshihide. Recepcionados pelo presidente Luis Carlos Magalhães, o diplomata e o músico prestigiaram o ensaio de comunidade e conheceram as instalações do Portelão. 
 
Bastante impressionados com a empolgação dos componentes, eles fizeram questão de descer do camarote para conferir a apresentação dos ritmistas da Tabajara do Samba. Após serem presenteados com chapéus personalizados, os japoneses beijaram o pavilhão da campeã e tiraram muitas fotos. Ken Kondo, que já desfilou pela Portela em 1999, e Yoshihide ainda arriscaram alguns passos de samba ao verem o desempenho da premiada ala de passistas da Águia Altaneira.
 
A comitiva também visitou o Departamento Cultural, onde está em cartaz a exposição "Vilma Nascimento - O Mito", e recebeu informações sobre a lendária ex-porta-bandeira e a história da agremiação. O diplomata e o multi-instrumentista conheceram, ainda, o consultório dentário da escola. O grupo foi acompanhado por Serginho Procópio, ex-presidente da azul e branco e cavaquinista da Velha Guarda, que esteve recentemente no Japão fazendo shows.
 
"Espero poder voltar outras vezes. É tudo muito impressionante", disse Otomo Yoshihide, que também é um renomado autor de trilhas para cinema, além de ser reconhecido por desenvolver um trabalho social com crianças no Japão. O cônsul-geral adjunto Ken Kondo agradeceu a hospitalidade e fez questão de elogiar a campeã: "Obrigado pela calorosa recepção. Já desfilei uma vez na escola e sei como é sentir a emoção do Carnaval. A Portela é especial."
 

 
Crédito da foto: Raphael Perucci / Divulgação
Legenda: Presidente Luis Carlos Magalhães entre o músico Otomo Yoshihide e o cônsul-geral adjunto Ken Kondo (de óculos). No canto esquerdo, sem chapéu, o tradutor da comitiva 
 
 
 

Parceiros